Temas

Musica Ilhavo Recreativo Ilhavo Antigo Ilhavenses Ilustres Lugares Carnaval Costa Nova Curiosidades Religiao Bombeiros de Ílhavo Illiabum Colegio Jornais Ílhavo Semana Santa Ilhavo
João Marques Ramalheira
In "Canção do Mar"
Falar de Ílhavo, é falar do mar - do seu sussurro, da sua canção cujo eco se repercute pelos séculos além. Ílhavo e o mar andam tão unidos como o perfume às rosas e a inquietação à alma humana!

Anterior

Como nasceu a Praia da Costa Nova

Dos Black Shadows ao Jakarandá

Temas:  #Musica

Nos anos 60 e 70 o Illiabum Clube permitia que, através das inúmeras manifestações culturais realizadas na sua sede e no seu Salão de Festas, pudessem surgir vários grupos com variadíssimas propostas deveras interessantes: variedades, colóquios, exposições, cinema, conjuntos musicais e muitas outras.

A necessidade aguçava o engenho.....

Neste contexto, surge o primeiro conjunto musical com o nome de Black Shadows e formado pelo João Madalena, António Madalena, Mário Júlio Couto e João Nunes Madalena. É no Illiabum Clube que fazem a sua apresentação, tal como os outros  grupos que se seguiram.


Black Shadows no Illiabum: (a contar da esq.) João Nunes Madalena, João Madalena, António Madalena e Mário Júlio Couto

Um pouco mais tarde forma-se o Young Men, com José Bem, Vasco Bilelo, João Aníbal e João Paulo (da esq. para a direita). Chegaram também a tocar bateria o Malaco, José Peixoto e o David. O grupo surgiu com o grande empenhamento do Manuel Vieira que tratava de arranjar a aparelhagem e as violas, chegando-se a deslocar de bicicleta à Gafanha da Nazaré pedindo, por empréstimo, a viola baixo ao conjunto Pop Men, para que os ensaios no Clube se pudessem realizar. Comprou-se uma aparelhagem em 2ª mão, já velhota, em que uma vez um dos microfones foi ligado directamente, por engano, à energia eléctrica, o que não impediu que continuasse a funcionar impecavelmente!!! Velhos tempos...


Young Men num baile no Pavilhão. Da esq.:José Bem, Vasco, J.Aníbal e João Paulo


BAILE NO CASINO BEIRA RIA DA COSTA NOVA 17-08-1969
ENTREGA DE PRÉMIOS DUMA GINCANA AUTOMÓVEL DO ILLIABUM CLUBE
Da esq.: João Paulo, Francisco, Malaco, Vasco e J.Aníbal

Um pouco mais tarde, com o desaparecimento destes dois grupos, aparece o J4 dos quatro Joões: João Madalena, João Aníbal, João Paulo e João Nunes Madalena.


J4 no VIP-VIP


Num espectáculo no Cinema com Vitor Menício


Baile de alunos do antigo Colégio no Illabum (ao centro em baixo o Manuel Vieira)


Baile de Carnaval no Colégio de Ílhavo 07-02-1970

BAILE DE CARNAVAL NO COLÉGIO - J3 + 2
Vasco, João Paulo, João Nunes Madalena, João Madalena e José Peixoto


Foto de José Peixoto


David e João Paulo

Nesta altura e para se conseguir algum dinheiro para a aparelhagem, recorríamos a vários estratagemas, um dos quais, o Mini Puzzle, rally caseiro para os aceleras darem azo às suas potencialidades automobilísticas. O primeiro foi realizado em 27-12-75.


Uma das equipas concorrentes: Néu Machado e Tóju em Fiat 600 Abarth

Com o mesmo fim eram os famosos passatempos no Salão de Festas do Illiabum Clube.


David, Bela, saudoso João Mário e Vidal Ribeiro


Xico Ratola, Vasco, um agente da PSP a passar o recibo ao Tóju do serviço efectuado e um cartaz sugestivo: Nãos cuspas no chão!!!

Mais tarde surge o Jakarandá com o João Madalena, Vasco Bilelo, João Aníbal, Paulo Lemos e João Nunes Madalena. Na altura colocava-se um problema: como arranjar dinheiro para adquirir a aparelhagem? Para se pedir um empréstimo ao banco era tarefa muito complicada e inatingível para jovens como éramos na altura, pelo que se recorreu a um grupo de amigos que nos emprestaram o montante para a respectiva aquisição.


O logotipo para os ofícios e contratos

Aqui ficam os seus NOMES: Manuel Ré, Arlindo Silva, Júlio Lima, Armando Quintino, São Marcos, João Alexandre, João Luís, Francisco Teles, Mercedes, José Pedro, Licínio Amador, João de Almeida, Pedro Esperança, Torrão, Domingos Amador, Zé Tó Senos, José Alberto, José Bastos Cachim, Manuel Galante, Illiabum, José Ré, Vitor Menício, João Resende, Marta, J. António Cachim, Mila, Paulo Lemos, Rosa Mónica, Raúl, Gonzaga, Rosa Eduarda, Maria Nunes Pereira e Álvaro Ramos (pensamos que não nos esquecemos de ninguém). Cada um contribuiu com quantias variáveis e lá fomos pagando à medida que tínhamos actuações. Parte da aparelhagem foi adquirida em 2ª mão ao José Cid (pertencente ao conjunto 1111) e, também por intermédio deste, com desconto, a restante. Entre a primeira, estava uma bateria Ludwig velhinha, mas com um som espectacular e o tal órgão Hammond a que fazemos referência mais à frente.


No Salão Cinema

Já naquele tempo trabalhávamos com Marketing (!!!!) e elaborámos um poster promocional, arrojado do ponto de vista técnico, para a época. Foi seu autor o José Mário Marnoto. O poster, composto e impresso na Suécia, resultou de uma fotomontagem de vários clichés, obtidos em vários locais da nossa vila. Muita gente questionava: porque é que os dois braços saem do enquadramento ???


Foto de António Rosalino

Carregando (com a ajuda do saudoso João Mário) o velhinho Hammond, todo feito em madeira,  depois do baile de finalistas da Escola Náutica, em que tocámos no paquete Funchal com o Shegundo Galarza, até o Sol raiar!! Este órgão foi adquirido ao José Cid e pertenceu ao conjunto 1111. Tinha um som inconfundível e para o ligar era à custa de um motor auxiliar que precisava de ser lubrificado, frequentemente, com um óleo especial. Neste baile, tendo-nos esquecido em Ílhavo deste precioso líquido, tivemos, para o ligar, que nos socorrer de um óleo alternativo, que foi o conhecido Óleo Fula!!!! Tocou lindamente, sem se queixar, até de manhã...


Baile no paquete Funchal


Baile no Illiabum


Carlos Jorge preparando as luzes num baile em Oliveira de Azeméis


O show num baile de S. João no Pavilhão


Apenas com um pouco mais de barriga, mas sempre todos com boa disposição; de cima e da esquerda, Vasco, J.Aníbal, Paulo, J.N.Madalena, J. Madalena e Carlos Jorge (em 11-12-04)


Natal de 2005

Almoço de 2006


Natal de 2007

Próximo

Os nossos primeiros professores II