Temas

Musica Ilhavo Recreativo Ilhavo Antigo Ilhavenses Ilustres Lugares Curiosidades Carnaval Costa Nova Religiao Illiabum Colegio Bombeiros de Ílhavo Jornais Jazz Radio
João Marques Ramalheira
In "Canção do Mar"
Falar de Ílhavo, é falar do mar - do seu sussurro, da sua canção cujo eco se repercute pelos séculos além. Ílhavo e o mar andam tão unidos como o perfume às rosas e a inquietação à alma humana!
 Padre José Paradela Foto do autor

Anterior

As nossas 3 Bandas Filarmónicas

Curiosidades de Ílhavo (2)

Temas:  #Curiosidades

DUAS BELAS FOTOS DE HENRIQUE MADALENA SANTOS
COSTA NOVA VISTA DO LADO DA BRUXA

DEMOLIÇÃO DO ANTIGO POSTO DA PSP -RUA DIREITA (2011)

Foto de Henrique Madalena Santos

POSTAL DUM FARMACÊUTICO DE SILGUEIROS,  SOLICITANDO MOSTARDA A DINIZ GOMES - 1914
(frente e verso)

ANTIGO LOCAL DE PARTIDA DAS CAMIONETAS PARA AVEIRO

CÓPIA DUM TEXTO DE EDUARDO CRAVEIRO, QUE EXISTIA NA CASA DA MÁQUINA DO RELÓGIO DA TORRE DA NOSSA IGREJA MATRIZ

Fotos cedidas pelo Drº Manuel José Vaz Craveiro



Em 15 de Agosto de 1920 foram contratadas para os festejos em honra de N.S. do Pilar, na Lavandeira, as bandas da Vista Alegre e da Patela de Aveiro, dirigidas, respectivamente, por Pinto Camelo e António Lé. Eram duas excelentes filarmónicas na altura. Os apaniguados das duas bandas envolveram-se numa tamanha pancadaria, que o arraial teve que acabar antes da hora, apenas se vendo no ar, grossos marmeleiros que iam partindo cabeças dos adeptos das bandas


Dia de festa junto ao antigo Mercado e Praça da República, no cortejo de recepção a D.Manuel Trindade Salgueiro - Março de 1941

Fotos do autor


O CÉLEBRE PAPEL ORIENTAL

Quem se lembra do Papel Oriental da Claus & Schweder Succr.??? Só, certamente, quem anda pela ternura dos 50 ou 60! Tirava-se um papelinho pelo picotado e queimava-se, lentamente, nos quartos onde alguém se encontrava doente, supostamente para desinfecção. O seu odor característico, transporta-nos aos nossos tempos de meninos! Hoje, pensamos, já não se encontra à venda. Guardamos, religiosamente, meia dúzia destes papelinhos tão vulgares na nossa terra em tempos passados!


O vapor Desertas encalhado às 20 H e vinte minutos do dia 18-11-1916 ao Sul da Costa Nova. Depois da abertura do canal, sai da Barra a 20 de Março de 1920. Já depois desta data, o governo português substitui o nome do vapor pelo de Mendes Barata, engenheiro que dirigiu os trabalhos do seu salvamento. Este facto causou um generalizado agravo em Ílhavo, pois a haver substituição, devia ser pelo de "COSTA NOVA", localidade onde tanto tempo permaneceu.

No convés do Desertas: José Rosa (imediato), José Guerreiro (comandante), António Gomes (1º Maquinista), Belmiro Morais (2º piloto) - fotos da Ilustração Portuguesa

O vapor Desertas na Costa Nova. Fotografia aguarelada de Victor Peixe


Dia em que o Arrais Ançã foi condecorado pelo Presidente da República Dr. António José de Almeida, no Teatro S. Carlos em Lisboa (24-04-1923) - foto da Ilustração Portuguesa


A PESCA DO BACALHAU EM 1954

Cap.Mário Paulo do Bem do Viriato e Cap.João Fernandes Parracho do D.Deniz

Três pescadores desse mesmo ano


O Armindo no Café Central

Armindo, António Serrão e José Morgado (Barbeiro) na esquina do mesmo café Fotos de Armindo


Tertúlia na Rua Direita junto à Sapataria Teles
A contar da esquerda: Fitas (engraxador), Aníbal Senos, Teodoro Redondo, Amadeu Agra, Frederico Rito (de chapéu), Manuel Mário Oliveira, João Firmeza e Carlos Teles
Foto de João Madalena


Foto do autor

Por volta de 1930 existia na parede de uma casa, perto da actual sede do Illiabum Clube, um nicho em cujo fundo se expunha à veneração dos fiéis, a imagem de N. Senhor dos Aflitos crucificado. Esta habitação foi demolida dando lugar a um novo prédio, hoje pertença do Engº Simões Picado. Na altura foi acertado por Diniz Gomes, que a referida imagem fosse transferida do seu lugar para a casa da conhecida catequista D. Conceição Franjoa São Marcos (actualmente pertença de José Manuel Parada).

Ali continua em compartimento devidamente apropriado (foto acima) e a receber o culto dos seus muitos fiéis devotos (de Ílhavo e Vagos), sendo alumiado com o azeite votivo.

Próximo

Almoço do Colégio